A Dança

Sentiu de repente uma voz sussurando-lhe ao ouvido: “O que vês nas estrelas?”. Foi então que em poucos segundos lhe vieram à memória todas as boas recordações da sua vida. “Vejo-te dançar nelas”, respondeu. E ali ficou até ao amanhecer, deixando para trás apenas a marca salgada das suas lágrimas, aquelas que lhe deixaram no rosto lugar para um eterno sorriso.